Recursos financeiros da União Europeia para ajudar refugiados da Palestina da Síria no Líbano

24 de setembro de 2013

24 de setembro de 2013
Nova Iorque

A União Européia anunciou uma contribuição adicional de 8 milhões de Euros, sendo 6 milhões para educação de emergência e 2 milhões para auxilio a abrigos,permitindo que a UNRWA fornecer esses serviços as crianças refugiadas da Palestina da Síria no Líbano.

O acordo foi assinado entre o Comissário Geral da UNRWA, Sr. Filippo Grandi e o Comissário para Crescimento da Política Européia de Vizinhança, Stefan Füle, em New York, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas

O conflito na Síria continua a afetar a comunidade de refugiados da Palestina. De acordo com ultimas pesquisa da UNRWA, datadas de Agosto de 2013, aproximadamente 45 mil refugiados da Palestina fugiram da Síria para o Líbano como resultado do conflito e estão residindo neste país. Os refugiados da Palestina que chegam ao Líbano são altamente dependentes da comunidade anfitriã e da UNRWA, além de possuírem necessidades humanitárias em larga medida, incluindo proteção, ajuda financeira emergencial para comida, abrigo, roupas de inverno, serviços de saúde, educação de emergência e apoio psicossocial. A chegada de mais refugiados vindos da Síria aumenta o gasto com a comunidade dos refugiados além de sobrecarregar os escassos recursos da UNRWA.

Durante a assinatura do acordo em Nova Iorque, o Comissário Geral da UNRWA agradeceu a União Européia pelo seu apoio. E disse: “Enquanto esforços feitos não diminuem o trauma das crianças refugiadas, fornecer acesso a educação regular fornece um pouco de esperança e senso de normalidade garantindo que as próximas gerações de refugiados da Palestina terão as qualificações necessárias para viver em sociedade. Somado essa ajuda à assistência a abrigos, os projetos financiados pela União Europeia fornecem uma perspectiva de vida em meio a tragédia dos refugiados da Palestina e milhões de outros que estão fugindo da Síria.”