Atividades da UNRWA continuam na Síria, apesar das dificuldades

22 de outubro de 2013

Foto: UNRWA

22 de outubro de 2013

O conflito na Síria continua afetando os campos de refugiados da Palestina. A UNRWA estima que mais de 50 % dos refugiados da Palestina estão espalhados pela Síria ou em países vizinhos. Aproximadamente 235 mil refugiados estão deslocados na Síria, sendo que 200 mil estariam apenas em Damasco. Mais de 6 mil refugiados estão em Aleppo, 4500 em Latakia, 3 mil em Hama, 6400 em Homs e 13 mil em Dera a.

Quase 10 mil refugiados da Palestina se registraram na UNRWA na Jordânia para assistência e outros 47 mil refugiados se registraram no Líbano. A UNRWA contabiliza 6 mil refugiados da Palestina no Egito, 1100 na Líbia e 1000 refugiados em Gaza. A UNRWA, junto com o ACNUR (Alto Comissariado da ONU para Refugiados), contabiliza que 1000 pessoas fugiram para a Malásia, Tailândia e Indonésia.

O conflito na Síria assumiu proporções regionais e afeta drasticamente a vida não somente da população da Síria mas também dos refugiados da Palestina que habitam a região.

Apesar dos imensos desafios, a UNRWA continua a dar assistência emergencial e prestar serviços de saúde e educação aos refugiados da Palestina na Síria.

Resumo da situação da UNRWA na Síria: : Dados de 19 de outubro

1. Intermitentes hostilidades continuam dentro e fora dos campos de Yarmouk, Sbeineh, Douma e Qabr Essit, Barzeh, Jobar e Qaboun. Um refugiado da Palestina foi morto em Yarmouk como resultado do conflito. Outros três morreram por conta dos bombardeios.

2. Os campos de Yarmouk e Sbeineh continuam fechados e a UNRWA está cada vez mais preocupada com o bem estar das pessoas que estão presas neste campo.

3. Todos os escritórios de campo na Síria em Damasco estão operando durante toda a semana, com a maioria da equipe da UNRWA trabalhando.

4. Oito funcionários da UNRWA foram mortos no conflito. 18 funcionários estão presos e 14 estão feridos. 21 veículos da UNRWA foram roubados e não foram recuperados.

Apesar das dificuldades a Agência nao prevê nenhum plano de redução ou suspensão das operações humanitárias.

Clique aqui para ajudar os refugiados da Palestina na Síria:

http://wesupportunrwa.org/brazil/donate.html