UNRWA lança relatório socioeconômico sobre a crise na Síria

30 de outubro de 2013

30 de Outubro de 2013 Damasco A UNRWA, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o Centro Sírio de Pesquisa Política e também com o apoio da União Europeia, lançou um novo relatório socioeconômico sobre a crise na Síria.

O relatório War on Development (Guerra ao Desenvolvimento) examinou indicadores sociais e econômicos de abril a junho de 2013. O documento descreve o impacto catastrófico do conflito armado atual, que já dura 2 anos, nas vidas da população da Síria. Cerca de um terço da população do país abandonou as suas casas e agora mais da metade vive em situação de pobreza. Entre os refugiados da Palestina, mais de metade dos 500 mil refugiados registrados na Síria foram deslocados dentro da própria Síria ou para países vizinhos.

O impacto econômico do conflito agravou o sofrimento da população. Quase metade dos trabalhadores está desempregada, acumulando mais de 2 milhões de empregos perdidos. A Síria está cada vez menos industrializada: a agricultura é responsável por 54 % do PIB e a economia perdeu, desde março de 2011, mais de 100 bilhões de dólares.

O conflito incessante continua a impedir o desenvolvimento humano na Síria. Jovens são uma parte da população particularmente vulnerável, já que metade das crianças em idade escolar não assiste mais às aulas e muitas escolas estão fechadas devido a violência, instabilidade ou severos danos nas instalações. O sistema de saúde está próximo de entrar em colapso: 40 % dos hospitais públicos não estão funcionando e 63 % foram danificados, enquanto mais de metade dos centros de saúde da UNRWA foram fechados.

Clique abaixo para ler o relatório na íntegra (somente versão em inglês disponível)

Doe agora para o apelo emergencial na Síria