Desaparecimento de refugiados da Palestina no Mar Mediterrâneo

16 de outubro de 2013

15 de Outubro de 2013
Amã, Jordânia

Após o desaparecimento de refugiados da Palestina no Mar Mediterrâneo, a UNRWA chama a atenção para a gravidade da atual situação dos refugiados na Síria.

Nos últimos dias dezenas de refugiados da Palestina desapareceram no naufrágio de botes na costa do Egito e de Malta. Ao mesmo tempo, o agravamento do conflito em Deraa, Yarmouk e outros campos em Damasco levou a um incremento preocupante no número de refugiados da Palestina que perderam suas vidas.

“Esses terríveis acontecimentos mostram a importância de que cessem as hostilidades para evitar a perda de mais vidas humanas. Reiteramos a necessidade de que se resolva a questão da vulnerabilidade dos refugiados da Palestina na Síria no conflito atual” , disse Filippo Grandi, Comissário-Geral da UNRWA. “Essa complexa crise, que também possui uma dimensão Palestina, deve ser superada.”

Assim como os Sírios que estão no meio do fogo cruzado do conflito, muitos do meio milhão de refugiados da Palestina registrados na Síria perderam suas famílias, suas casas e seus meios de sobrevivência. A UNRWA estima que aproximadamente 420 mil refugiados precisem de assistência, sendo que quase 235 mil estão deslocados internamente. A maioria dos campos palestinos foi destruída pela violência do conflito, aumentando o desespero da população. A UNRWA também estima de 70 mil pessoas foram para o Líbano, Jordânia, Egito, Turquia, Líbia e Faixa de Gaza, dentre outros.

Os refugiados da Palestina, que já sofrem com a pobreza, têm muito poucas opções para fugirem para outros países. São frequentes as notícias de embarcações que estavam indo para a Europa e naufragaram no Mar Mediterrâneo. Isso comprova a extrema vulnerabilidade dos refugiados da Palestina, sua falta de opções e um notório crescente desespero.

A UNRWA repete o seu apelo a todas as partes interessadas que acabem com o sofrimento da população e cumpram com as suas obrigações do direito internacional, resolvendo o conflito na Síria por meio de negociações. Os trágicos acontecimentos recentes ressaltam a situação dos refugiados da Palestina, que precisam de uma solução justa e duradoura, no contexto do acordo de paz entre Palestina e Israel.
Foto: UNRWAFoto: UNRWA