Conselho de Segurança da ONU aprovou uma resolução que demanda acesso de mais ajuda humanitária na Síria.

24 de fevereiro de 2014

Nova Iorque, 24 de fevereiro de 2014

Foto: ONU/Evan Schneider

O Conselho de Segurança da ONU aprovou no sábado (22) uma resolução, por unanimidade, que demanda acesso de mais ajuda humanitária na Síria.

A resolução do Conselho determina que “todas as partes, em particular as autoridades sírias, permitam rapidamente, com segurança e sem barreiras o acesso humanitário para as agências da ONU e seus parceiros, incluindo nas zonas de conflito e nas fronteiras”.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que este passo permite aliviar um pouco o sofrimento dos civis mas relembrou que esta resolução “não deveria ser necessária” uma vez que a ajuda humanitária não é algo que se negocie mas que deve ser permitida em virtude da lei internacional.

Ban também expressou o seu profundo abalo pelos civis estarem sendo usados, pelos dois lados em conflito, como uma tática de guerra.

Mais de 100 mil pessoas foram mortas no conflito sírio e estima-se que 9 milhões tiveram de abandonar as suas casas desde que a guerra começou.

Para os refugiados da Palestina a situação se apresenta bastante cruel, como o campo de refugiados de Yarmouk que teve acesso bloqueado por várias semanas e a ajuda humanitária impedida de entrar. Após negociações a UNRWA conseguiu finalmente retomar a distribuição de alimentos e itens de primeira necessidade.

Filippo Grandi, Comissário-Geral da UNRWA afirmou em nota para a imprensa:” Estou profundamente abalado pelo que vi hoje.Os refugiados da Palestina com quem conversei estão totalmente traumatizados por tudo o que vêm enfrentando. Inúmeras famílias precisam de apoio imediato, particularmente comida e tratamento médico. A resolução 2139 do Conselho de Segurança deve ser implementada imediatamente.”

Leia a resolução na íntegra aqui

Fonte: ONU Brasil e UNRWA.org