Através da Janela

24 de abril de 2014

Síria, 27 de Fevereiro de 2014

Aos 15 anos, Mayar Mohammad tinha os mesmos sonhos de todas as meninas de sua idade. Porém, vivia na zona de conflito na Síria, abrigada no campo de refugiados de Khan Eshieh.

No verão de 2013, Mayar olhava pela janela os amigos que brincavam na rua. De repente, a explosão de um projétil atingiu a janela de sua casa, fazendo com que estilhaços de vidro ferissem seus olhos.

Mayar foi então diagnosticada com uma severa lesão na córnea, o que resultou em uma visão embaçada. Como resultado, Mayar não consegue andar dentro da própria casa sem ajuda, deixando-a totalmente dependente de seus familiares.

Fora as despesas de tratamentos, os médicos afirmam que Mayar precisa de um transplante de córnea, cirurgia a qual a família não tem condições de pagar.

Crianças como Mayar, que crescem no meio de um conflito devastador, são as mais vulneráveis. O futuro dessas crianças está em jogo e tudo pode se perder em questão de segundos.

Para Mayar, tudo mudou. Ela sofre com muitas dores nos olhos e não pode frequentar a escola. Apesar disso, continua sonhando com continuar estudando e se tornar médica. ”Pretendo me tornar um membro ativo da minha comunidade, ajudando a melhorar as condições de vida de todos.”