Novo Comissário-Geral da UNRWA visita Gaza e pede fim imediato do bloqueio Israelense

22 de abril de 2014

UNRWA

Gaza, 17 de Abril de 2014

As condições de vida continuam se deteriorando em Gaza e na Cisjordânia sob o bloqueio.

“Nada prepara você para Gaza; nenhum relatório humanitário da ONU, nenhum artigo de jornal, nenhuma investigação de direitos humanos. Nenhum deles pode transmitir adequadamente o que as pessoas estão passando, o profundo sentimento de isolamento e o tamanho do sofrimento”, disse o novo diretor da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina UNRWA,  Pierre Krähenbühl.

Em sua primeira visita oficial na Faixa de Gaza, o chefe da UNRWA ressaltou a necessidade de levantar o bloqueio israelense e acabar com a “punição coletiva ilegal” contra a população, referindo-se ao bloqueio imposto a Gaza em 2007, quando o Hamas assumiu o governo.

Ele disse que a primeira impressão durante sua visita, foi a cerca: “A primeira coisa, claro, que você vê de Gaza é a cerca em torno dela, um lembrete do bloqueio, que, como o meu antecessor apontou recentemente, durou tanto tempo quanto alguns dos cercos mais infames da história contemporânea, como o cerco de Leningrado. Isso equivale a uma punição coletiva ilegal. Uno-me aos funcionários da ONU e líderes mundiais no pedido para que isso acabe”, concluiu.

Fonte: ONU Brasil