A UNRWA alerta para ‘dificuldade extrema’ enfrentada por refugiados da Palestina na Síria

16 de maio de 2014

Síria, 15 de Maio de 2014

Um representante da ONU chamou a atenção da comunidade internacional, nesta quinta-feira (15), para a “extrema dificuldade” enfrentada pelos refugiados da Palestina na Síria, destacando a necessidade de melhorar as condições no terreno para que seja possível a entrega de assistência humanitária básica.

“Muitos refugiados têm, algumas vezes durante a noite, perdido todos os seus bens, meios de subsistência, os seus negócios e a sua esperança. Nas suas famílias, eles têm enfrentado a morte, lesões e desaparecimentos”, disse o Comissário-Geral da UNRWA, Pierre Krähenbühl.

O representante explicou, durante a sua visita à Síria, que “como mais uma geração de palestinos que experimentam o trauma do deslocamento, a sua situação se tornou, em termos humanos, nada menos que catastrófica e ainda assim é muitas vezes omitida”.

Assim, “o imperativo crítico é melhorar as condições de entrega da tão necessitada assistência às comunidades de refugiados afetadas”, afirmou Pierre Krähenbühl alertando que “todas as partes em conflito devem entender que a segura, ininterrupta e substancial distribuição de alimentos deve tornar-se a norma”.

A UNRWA tem sido repetidamente impedida de fazer chegar assistência básica a aproximadamente 18 mil civis sitiados no campo de refugiados de Yarmouk, assim como em outros campos na Síria.

Fonte: ONU Brasil