Ganhadora do Prêmio Nobel da Paz faz doação para reconstrução de escolas da ONU em Gaza

29 de outubro de 2014
Malala Yousafzai. Foto: ONU/JC McIlwaine

Malala Yousafzai. Foto: ONU/JC McIlwaine

A ganhadora do Prêmio Nobel da Paz, Malala Yousafzai, anunciou nesta quarta-feira (29) que doará 50 mil dólares para ajudar na reconstrução de escolas da ONU gravemente danificadas em Gaza, em um momento em que a Organização empreende ações para reconstruir o território devastado.

A jovem ativista paquistanesa fez o anúncio da doação logo após receber o prestigiado Prêmio Mundial da Criança, em Estocolmo na Suécia em 10 de outubro. Elogiando “o trabalho heroico” da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA) em ajudar as crianças palestinas, Malala também observou que as necessidades no território palestino são “avassaladoras”.

“Devemos todos trabalhar para garantir que meninos e meninas palestinas, e todas as crianças do mundo, recebam uma educação de qualidade em um ambiente seguro. Porque sem educação, nunca haverá paz”, disse Malala.

A estudante observou que a doação de 50 mil dólares contribuirá para a reconstrução das 65 escolas danificadas durante o conflito de 51 dias que destruiu bairros inteiros, deixando quase um terço da população de Gaza deslocada.

O comissário-geral da UNRWA, Pierre Krähenbühl, elogiou a doação dizendo que a ONU está “profundamente comovida” pelo gesto e que vai “erguer o ânimo” de 250 mil alunos da UNRWA e “elevar a moral” dos mais de 9 mil funcionários de ensino. Além disso, elogiou sua coragem pessoal e seu papel como “um símbolo do potencial ilimitado que se encontra dentro de cada criança na Terra.”

“A UNRWA compartilha com você a profunda crença na importância da educação como meio para tirar meninas e meninos para fora do isolamento, exclusão ou opressão”, afirmou Krähenbühl.