Com chegada de inverno, ECHO doa 2,4 milhões para refugiados palestinos na Síria e Jordânia

29 de outubro de 2014
Doação de 2,4 milhões do ECHO possibilita ajuda financeira para refugiados na Síria. Foto: UNRWA

Doação de 2,4 milhões do ECHO possibilita ajuda financeira para refugiados na Síria. Foto: UNRWA

A Ajuda Humanitária e o Departamento de Proteção Civil da União Europeia (ECHO) doará 2,4 milhões de dólares para fornecer ajuda financeira para os refugiados da Palestina na Síria e na Jordânia que foram deslocados pelo atual conflito em curso na Síria.

Esta doação vai permitir que a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA) forneça ajuda financeira de 32 dólares por mês para 39 mil refugiados na Síria. Esse valor vai cobrir as necessidades básicas desses refugiados durante dois meses. O programa de assistência financeira da UNRWA garante assistência essencial e atinge os refugiados mais vulneráveis​​: os idosos, as famílias chefiadas por mulheres, pessoas com deficiência e mais de 280 mil refugiados da Palestina que foram deslocados dentro da Síria.

Com a aproximação do inverno, esta ajuda financeira mensal irá ajudar os refugiados da Palestina a cobrir os custos essenciais, incluindo comida, abrigo, cuidados de saúde, transporte e aquecimento.Também proporciona dignidade e escolha pessoal na gestão do seu próprio bem-estar.

“Agradecemos a generosa doação feita por ECHO lembrando o excelente histórico de apoio humanitário consistente da organização para os refugiados da Palestina deslocados pela guerra devastadora na Síria.”, disse o diretor da UNRWA na Síria, Michael Kingsley-Nyinah

Na Jordânia, a UNRWA usará o financiamento do ECHO para fornecer pagamentos pontuais para famílias de refugiados da Palestina que enfrentam crises súbitas ou situações de emergência, tais como a expulsão ou a morte de um membro que sustentava a família.

Com sede em Bruxelas, ECHO se dedica a preservar a vida, prevenir e aliviar o sofrimento humano e garantir a integridade e a dignidade das populações afetadas por desastres naturais e crises provocadas pelo homem. Sua ajuda humanitária abrange áreas que incluem alimentação e nutrição, abrigo, cuidados de saúde, água e saneamento.