Com apoio da ONU, começa reconstrução de milhares de prédios danificados pela guerra em Gaza

6 de novembro de 2014
Menina passa por prédios destruídos em Rafah, no sul de Gaza. Foto: UNICEF/NYHQ2014-0978/El Baba.

Menina passa por prédios destruídos em Rafah, no sul de Gaza. Foto: UNICEF/NYHQ2014-0978/El Baba.

As operações apoiadas pelas Nações Unidas para o fornecimento de materiais de construção destinados à reconstrução de abrigos e casas em Gaza por conta do recente conflito com Israel já começaram, afirmou nesta terça-feira (4) o coordenador especial da ONU para o Oriente Médio, Robert Serry.

Cerca de 700 beneficiários já estão aptos a adquirir o material de construção para dar início à reconstrução de suas casas, após alguns bairros da região terem sido completamente destruídos e cerca de um terço da população ter ficado sem abrigo por causa do conflito que durou 51 dias.

O coordenador especial da ONU afirmou que é necessário acelerar urgentemente a implementação desse mecanismo, para que cerca de 60 mil abrigos que necessitam de reparos sejam reconstruídos – principalmente com a perspectiva da chegada do inverno.
“Na ausência de outras alternativas viáveis​​, a ONU considera o mecanismo temporário de reconstrução como um passo importante para acabar com todos os bloqueios à Gaza”, disse o coordenador especial.

Mais de 100 mil casas foram destruídas ou danificadas, afetando mais de 600 mil pessoas. Uma significativa parcela da população continua sem ter acesso a água e os cortes de energia de até 18 horas têm sido frequentes. O último confronto matou mais de 2,1 mil palestinos – 500 eram crianças – e 70 israelenses.