Gestores de abrigos coletivos da UNRWA participam de treinamento para melhorar suas habilidades

21 de novembro de 2014
Família no abrigo da UNRWA em Doumar. Foto: UNRWA

Família no abrigo da UNRWA em Doumar. Foto: UNRWA

Gerenciar abrigos coletivos da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA) requer uma força de trabalho qualificada. Os abrigos coletivos, anteriormente escolas da UNRWA, abrigam cerca de 8 mil dos mais vulneráveis refugiados da Palestina deslocados pela guerra na Síria.

Algumas famílias fugiram da área sitiada de Yarmouk em 2012 e têm vivido nestes abrigos há dois anos. Enquanto a UNRWA melhora sua infraestrutura com a instalação de equipamentos de banho extra entre os projetos, a Agência reforça a competência da equipe de gestão dos centros.

Gestores dos abrigos em Damasco, Homs, Aleppo e Deraa recentemente concluíram um curso de formação organizado pela UNRWA em parceria com a Organização Internacional para as Migrações (OIM). O curso foi elaborado para dar aos participantes habilidades de gerência que podem ser utilizadas em seus trabalhos diários nos abrigos.

Os funcionários e especialistas da OIM debateram questões cruciais relativas à gestão dos abrigos, como proteção e formas de lidar com as necessidades psicossociais dos refugiados. Eles também examinaram o planejamento das atividades dos abrigos e a criação de comitês comunitários para resolver problemas e melhorar a comunicação com os moradores.

O gestor de abrigos coletivos Zeidan al-Yateem disse que o curso valeu a pena. Ele gostou de partilhar suas experiências com os colegas: “Estou ansioso para novas oportunidades de melhorar nossas competências em prol da melhoraria da vida dos refugiados da Palestina”.