Situação em Gaza é ‘insustentável’, diz chefe da UNRWA para refugiados da Palestina

10 de novembro de 2014
Campo de refugiados da Palestina em 1948. Foto: ONU/AW

Campo de refugiados da Palestina em 1948. Foto: ONU/AW

As tensões que provocam conflitos regulares entre israelenses e palestinos e submetem Gaza a repetidas guerras devem ser abordadas de uma vez por todas, afirmou o comissário-geral da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA), Pierre Krähenbühl, nesta quinta-feira (6) aos membros da Assembleia Geral da ONU, em Nova York.

O comissário-geral advertiu ainda que a situação na região permanecerá instável e insustentável se não houver uma solução definitiva para a longa crise de 65 anos. “A mudança de paradigma significa que as condições e circunstâncias subjacentes que levam a esses repetidos conflitos em Gaza necessitam ser abordadas de uma vez por todas”, explicou Krähenbühl.

“Pensar que este cenário seja sustentável no futuro, após este nível de destruição, não é realmente concebível. Permitir que a situação volte as condições pré-existentes sob o bloqueio, também não é concebível. Portanto é necessário uma ação política exercida pela comunidade internacional e pelos israelenses e palestinos para resolver a questão do bloqueio. O bloqueio precisa ser levantando para que as pessoas possam novamente desfrutar da liberdade de movimento, liberdade de comércio e de se envolver em atividades econômicas e sociais normais”, acrescentou.