Imagens icônicas da UNRWA são exibidas em oito cidades do mundo para lembrar situação dos palestinos

4 de dezembro de 2014
UNRWA

UNRWA

Para marcar o clímax do Ano Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino, imagens icônicas do arquivo recém-digitalizado da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA) foram exibidas em edifícios de oito cidades de todo o mundo: Bangcoc, Beirute, Dubai, Jacarta, Sevilha, Nova York, Tóquio e Viena. Como parte desta campanha, uma enorme imagem de um estudante da UNRWA, datada de 1983, foi projetada por seis horas no edifício Sede das Nações Unidas em Nova York na última terça-feira (02).

Ao discursar em frente a sede da ONU em Nova York, onde a imagem foi projetada, a vice-comissária-geral da UNRWA, Margot Ellis disse que “agora mais do que nunca, é importante mostrar solidariedade com os palestinos. A UNRWA vem fazendo isso há 65 anos, através da prestação de serviços básicos, como educação e saúde, que conduziram com sucesso o desenvolvimento humano da comunidade de refugiados da Palestina. Temos amplos programas de emergência em todas as cinco áreas de nossas operações, que incluem a Jordânia, o Líbano, Gaza, a Síria e Cisjordânia. Todos estes programas precisam de apoio da comunidade internacional”.

A Agência já digitalizou mais de 300 mil imagens, 67% do seu arquivo de quase meio milhão de imagens, alguns datando de 1948. A UNRWA está disponibilizando essas imagens on-line para jornalistas, escritores, acadêmicos e qualquer pessoa interessada na questão ainda não resolvida dos refugiados da Palestina e do desenvolvimento dos serviços da UNRWA através de mais de seis décadas.

“O próprio fato que, depois de todos esses anos, mais de 5 milhões de refugiados, muitos deles muito pobres, ainda estão esperando uma resolução de sua situação sublinha mais uma vez que a ação política no processo de paz deve ser renovada”, disse Ellis. “A ação humanitária realizada pela UNRWA é vital embora certamente não seja um substituto para os direitos completos e dignidade. A UNRWA continua comprometida com seu mandato de desenvolvimento humano, oferecendo esperança e perspectivas de um futuro digno para a próxima geração”.

Também em apoio ao Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino, no dia 29 de novembro, o secretário-geral, Ban Ki-moon, abriu a exposição da UNRWA, “Longa Jornada”, que conta um pouco da historia dos refugiados da Palestina e que se encontra agora em exposição no hall de entrada da sede da ONU em Nova York.