PNUD e Suécia proverão ajuda financeira a 1.500 famílias em Gaza para alojamento durante o inverno

5 de dezembro de 2014
UNRWA

UNRWA

Como parte dos seus esforços contínuos de reconstrução de Gaza, o governo da Suécia e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) anunciaram, nesta quarta-feira (3) a contribuição de 3,4 milhões de dólares para fazer uma transferência de fundos para os palestinos afetados pela última crise em seu território.

Segundo a cônsul geral da Suécia em Jerusalém, Ann-Sofie Nilsson, o país europeu já contribuía com operações para a remoção dos escombros da Faixa de Gaza. A assistência adicional tem o objetivo de aliviar a urgente situação de falta de alojamento, principalmente durante os meses de inverno.

As famílias palestinas, cujas residências foram danificadas ou destruídas durante os 51 dias de conflito na Faixa de Gaza em meados de 2014, receberão a assistência financeira para poder pagar por acomodação. A contribuição sueca planeja atender 1.500 famílias, durante um período de seis meses e priorizará aquelas chefiadas por mulheres e as famílias que atualmente vivem nas escolas.

“O programa de assistência financeira empoderará imediatamente as famílias deslocadas e vulneráveis para que reconstruam suas vidas”, disse a vice-representante especial do PNUD, Narjess Saidane.

O projeto complementará os esforços de recuperação do PNUD para ajudar a população em Gaza a restabelecer seus meios de vida. A resposta da programa da ONU inclui a criação de empregos, remoção de escombros, reparação de infraestrutura, restabelecimento de serviços básico.