Estudantes do projeto ‘Engajando a Juventude’ mostram a sua criatividade na exposição SyriaTech

21 de dezembro de 2015

Estudantes da UNRWA nunca perdem uma oportunidade de aplicar o que eles aprenderam durante as suas aulas de formação profissional. No dia 24 de outubro, 11 estudantes refugiados da Palestina do Centro de Treinamento de Damasco da UNRWA (DTC) mostraram as suas invenções na exposição SyriaTech. Todos os estudantes foram apoiados pelo projeto ‘Engajando a Juventude’, financiado pela União Europeia (EU),e participaram de um curso de mecatrônica da UNRWA, uma combinação de treinamentos nas áreas de mecânica, eletrônica, telecomunicações e engenharia da computação.

Essa exposição de três dias foi uma oportunidade única para destacar os cursos profissionalizantes e técnicos oferecidos pela UNRWA para jovens que moram na Síria e financiados pela EU desde 2006.

Os onze estudantes foram divididos em três times, cada um trabalhando em um projeto específico. O resultado de seus trabalhos foi um modelo de cidade sustentável, conhecido como eco-cidade; um novo sistema de distribuição de bagagens para aeroportos na forma de um robô de duas mãos e uma máquina automatizada para padarias e pastelarias.

Apesar das dificuldades enfrentadas nos últimos cinco anos, os estudantes foram motivados e inspirados pela exposição. Eles destacaram a importância do curso de mecatrônica ao apresentarem suas invenções, contando como o curso os ajudou a estimular seu pensamento criativo e inovador, que transpareceu em seus projetos. Mais amplamente, o projeto ‘Engajando a Juventude’ os ajudou a lidar com as dificuldades enfrentadas, ao entrarem na vida adulta em um país severamente atingido pelo conflito armado. Sidra Karim, um dos estudantes que trabalhou no modelo de eco-cidade, disse: “O curso de mecatrônica permite aos jovens refugiados da Palestina na Síria pensar sobre a possibilidade de reconstrução e renovação em diferentes setores da Síria.”

“Nossos trainees demonstraram impressionantes habilidades de criatividade e inovação,” comentou Michael Kingsley-Nyinah, Diretor dos Assuntos da UNRWA na Síria. “Isto permitiu que eles competissem com expositores mais experientes. Eles mostraram grande talento através de seus projetos, e seus produtos impressionaram os visitantes da exposição. Isto comprova tanto a qualidade do programa de formação profissional da UNRWA quanto a resiliência dos jovens refugiados da Palestina na Síria.”

A cada ano, a UNRWA oferece mais de 40 tipos diferentes de cursos profissionalizantes e técnicos para os refugiados da Palestina, para ajudá-los a encontrar trabalho em uma economia fortemente abalada. Desde 2006, a Comissão Europeia é uma importante apoiadora do projeto ‘Engajando a Juventude’ e continua a financiá-lo apesar da crise. Este apoio tem sido essencial para permitir que a UNRWA não apenas preste assistência humanitária aos jovens refugiados da Palestina, mas também seja capaz de ajudá-los a fortalecer sua resiliência para ligar com as devastações causadas pela crise nos últimos cinco anos. Ao fazer isso, a Comissão Europeia pavimentou a estrada para que muitos outros doadores contribuam com intervenções similares na Síria.