“Mesmo com a curta duração deste emprego, eu consegui minha vida de volta”

23 de dezembro de 2015

Em Setembro de 2015, a UNRWA lançou em Gaza um projeto que fornece às famílias de refugiados que perderam seus abrigos durante as hostilidades de 2014 uma oportunidade de emprego temporário. O projeto é parte do esforço contínuo da Agência em disponibilizar fundos em resposta à necessidade de abrigo das famílias de refugiados da Palestina em Gaza.

Através deste projeto piloto, todas as famílias refugiadas da Palestina registradas cujo abrigos foram identificados pela UNRWA como inabitáveis estão aptas a se candidatar a vagas de emprego de até três meses de duração nas instituições aprovadas pela UNRWA e que estão, elas mesmas, participando das atividades de recuperação diretamente relacionadas aos efeitos das hostilidades de 2014.

A família de Marwan Al Adham, de 48 anos, é uma das 578 famílias refugiadas da Palestina que se inscreveram para participar do projeto. “Para mim, é melhor trabalhar do que ficar em casa esperando pela ajuda financeira da UNRWA, a agricultura é a minha vida e é por isso que eu aceitei me inscrever para conseguir uma chance de um emprego de três meses,” comentou Marwan, que está trabalhando em uma fazenda de morangos. De acordo com o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), as hostilidades de 2014 em Gaza causaram dano a mais de 100 terras cultivadas, impedindo que fazendeiros podessem usufruir satisfatoriamente de sua terra e impactando negativamente a sua renda.

Família aptas não são obrigadas a participar da iniciativa. O programa é inteiramente voluntário. É uma opção alternativa para ajudar aqueles afetados a atender as suas necessidades.

Marwan Al Adham estava vivendo com a sua esposa, cinco filhas e três filhos em Beit Lahia, ao nordeste de Gaza, quando as hostilidades de 2014 começaram. A família decidiu deixar a sua casa e se abrigar na Escola Al Fakhoura da UNRWA em Beit Lahia. Quando o conflito terminou, Marwan retornou a sua casa e descobriu que ela estava completamente destruída.

Marwan começou seu trabalho em 28 de setembro e vai continuar até o fim de dezembro.

O financiamento para este projeto é parte das respostas emergenciais da Agência. O financiamento não pode ser usado para outras atividades e não afeta os recursos disponíveis para outros programas ou a aptidão da família para outras oportunidades de trabalho da UNRWA.