Fundação Real Madrid vai às escolas da UNRWA no Território Palestino Ocupado para fortalecer laços sociais através do esporte

15 de junho de 2016
2-AL6K8662

 

A Fundação Real Madrid e a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA) continuam com o projeto “Esportes Sociais nas Escolas do Território Palestino Ocupado (Gaza e Cisjordânia) ”.

Com este projeto, que as duas organizações vêm desenvolvendo desde 2011, a Fundação Real Madrid renova o seu compromisso com as crianças refugiadas da Palestina que vão às escolas da UNRWA na Faixa de Gaza e na Cisjordânia.

Essas atividades sociais e esportivas são ainda mais importantes neste momento, tendo em vista a dramática situação que as crianças de Gaza enfrentam após as hostilidades de 2014. As atividades ajudam as crianças a superarem o trauma causado pela última ofensiva militar, a terceira em cinco anos.

Funcionários da Fundação Real Madrid foram à Cisjordânia na última semana de abril para realizar um treinamento para mais de 15 professores da UNRWA, que serão treinadores nas escolas. O conhecimento e as habilidades adquiridas vão ser aplicadas ao longo do ano escolar.

A terceira edição do projeto atendeu 1182 alunos, 602 na Cisjordânia e 580 em Gaza, expandindo seu impacto sobre algumas crianças que não tem atividades fora da escola, dando a elas uma atividade de lazer alternativa, além de criar um espaço onde elas podem escapar da realidade de pobreza e violência em que vivem.

Esta iniciativa, que está sendo implementada em 12 escolas na Faixa de Gaza e em 17 escolas na Cisjordânia, significa, para muitas crianças refugiadas vivendo em campos nos territórios palestinos ocupados, um momento seguro onde elas podem recuperar o seu status de crianças, longe de uma rotina marcada pela violência. Elas encontram nessas escolas um abrigo onde elas podem continuar sonhando em se tornarem grandes atletas, como seus ídolos do Real Madrid. Independente de seguirem seus passos ou não, os valores aprendidos com esses jogos serão um diferencial no futuro.