Time de Futebol dos refugiados da Palestina em Gaza: talento e esperança

17 de agosto de 2016

 

Com determinação e persistência, um grupo de rapazes refugiados da Palestina e seus treinadores da UNRWA estão correndo em círculos sob um sol escaldante em um parquinho em Maghazi, no centro de Gaza. O objetivo deles é representar as crianças refugiadas de Gaza no Campeonato de Futebol da Noruega, um torneio internacional de futebol que aconteceu em Oslo entre 26 e Julho e 1º de Agosto.

Abdallah Jaber é um dos 13 alunos da UNRWA e membros do time que vai viajar para Oslo. Desde setembro de 2015, ele e seus colegas de time treinaram três vezes por semana, sem parar nem mesmo durante o mês sagrado do Ramadan, quando não é permitido beber água entre o nascer e o pôr do sol.

“Eu não tenho palavras para descrever o quanto eu estou empolgado por participar do campeonato da Noruega. Gaza vive sob bloqueio há tantos anos, e a maioria das pessoas não são autorizadas a sair de Gaza, esta é uma chance única para nós sairmos e vermos outros lugares, falarmos com crianças de outros países”, diz Abdallah.

O jogador conta que todos os dias ele sonha e imagina como são os lugares fora de Gaza. Em breve, ele poderá ver com seus próprios olhos. Ele sonha também que o bloqueio seria suspenso e então seria mais fácil para que sua família viajasse com ele para Oslo para vê-lo jogar.

“Eu quero que o mundo inteiro veja como nós somos talentosos aqui em Gaza, e talvez alguém possa nos ver jogar e chame os jogadores mais talentosos para jogar em um time famoso no futuro”, deseja Abdallah. “Vai ser uma competição difícil, mas nós treinamos muito e podemos fazer isto”, complementa o amigo, Bilal Abas.

O torneio na Noruega acontece anualmente e o time de Gaza tem sido um participante assíduo desde 2010, com exceção de 2014, quando não foram por conta do devastador conflito em junho. Mais de 1660 times de todo o mundo participam da competição, que tem uma média de 450 partidas que acontecem em 66 campos. O time de futebol dos refugiados de Gaza é um forte competidor. Em 2015 e em 2012 o time ganhou a competição e voltou para casa com o prêmio.

Através da participação no Campeonato da Noruega, a UNRWA também almeja melhorar as habilidades esportivas e o espírito de equipe das crianças refugiadas, fornecendo a elas um lugar seguro para atividades recreativas e oportunidades para que preencham seu tempo livre e façam novas amizades.